sábado, 11 de abril de 2015

O conhecimento é um obstáculo para o conhecimento




foto: Araquém Alcântara


Frequentemente, nosso próprio conhecimento é o maior obstáculo para entrarmos em contato com as coisas tal como elas são. Esta é a razão para ser muito importante aprender a descartar nossos próprios pontos de vista. O conhecimento é um obstáculo para o conhecimento. Se você é dogmático em sua forma de pensar, é muito difícil receber novos insights para conceber novas teorias e compreensões sobre o mundo. O Buda falou para considerarmos seu ensinamento como uma balsa que ajuda você a chegar à outra margem. O que você precisa é de uma balsa para atravessar o rio, para chegar do outro lado. Você não precisa de uma balsa para adorar, para carregar nos ombros e para ter orgulho por ter posse da verdade.

O Buda falou que até o Darma tem que ser descartado, isso sem mencionar o não Darma. Algumas vezes, ele ia mais longe. Ele disse que seu ensinamento era como uma cobra. É perigoso. Se você não sabe como lidar com ele, você será picado.

Um dia, em um encontro, um mestre Zen disse: "Caro amigo, sou alérgico à palavra "buda". Você sabe que ele é um mestre Zen porque ele fala sobre o Buda desta forma: "Toda vez que sou forçado a proferir a palavra "Buda", tenho que ir até o rio e enxaguar minha boca três vezes." Muitas pessoas ficaram confusas porque ele era um professor de budismo. Ele deveria louvar o Buda. Por sorte, havia uma pessoa no grupo que entendeu. Ela se levantou e disse: "Caro professor, toda vez que eu ouço você dizer a palavra "Buda" tenho que ir ao até o rio e lavar meus ouvidos três vezes". Este é um exemplo budista de um bom professor e de uma boa aluna!

Thich Nhat Hanh 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nobre

flores do cerrado - google Aquele que é inofensivo, que não fere nem causa ou incentiva a morte de qualquer ser, fraco ou forte, ...