quinta-feira, 28 de julho de 2016

O que você diria a alguém que acabou de ser diagnosticado com câncer?





O que diríamos a nós mesmos, se estivéssemos nessa situação?
Foto: Lou Gaioto

O que estamos confrontando exatamente nessa experiência? Ou no que pensamos a respeito dessa experiência? O que está implícito, ou achamos que está implícito?

A mente em paz, a mente “curada”, a mente sem apegos a conceitos é o caminho, diz Katie. “Até a mente estar em paz, nada está curado“, diz ela.

Como diria o monge sábio budista do Século VIII, Shantideva, “além de domar a mente, o que há?“.

Segue a resposta de Katie à pergunta sobre o diagnóstico.

Amigo: O que você diria a alguém que acabou de ser diagnosticado com câncer?

Byron Katie: “Trabalho com a mente porque o corpo vai morrer de qualquer maneira, seja câncer ou não câncer. Não há um conceito mais poderoso do que outro. É o apego que nós colocamos nele — esse é o engano que está colocado. Se você estiver trabalhando com a mente e tiver clareza, então você sabe que se você ingerir grama de trigo, o pior que pode acontecer é um conceito. E você sabe que se você não ingerir grama de trigo ou quimioterapia, o pior que pode acontecer é um conceito.

Então, apenas lide com os conceitos e vá em paz. Você consegue o melhor médico do mundo e o remédio não funciona — às vezes parece funcionar — às vezes não funciona. Mas o pior que pode acontecer em ambos os casos é nada ser curado. Você percebe? Até a mente estar em paz, nada está curado.

Para usar uma outra metáfora — quebrar minha perna quando eu quero ir esquiar pode ser mais doloroso do que seu câncer. E não estou falando sobre a dor da perna sendo quebrada. É meu desejo de esquiar. O que isso poderia me trazer pode ser mais doloroso do que seu câncer no momento, porque eu poderia contar a história do que eu perdi, e a história do que eu perdi pode ser igualmente tão dolorosa no momento. Então o pior que pode acontecer em qualquer momento é uma mente não-curada. E uma mente não-curada para mim é uma que simplesmente não foi percebida com compreensão, compaixão, amor. Encontre o que aparece desse jeito. E então tudo mais tem que seguir porque não é real; é uma imagem refletida. Exatamente como os conceitos, que não são reais.”


— Byron Katie, em “Losing the Moon”, pgs 6
(Texto extraído do Dharmalog.com)

quarta-feira, 27 de julho de 2016

GYO HATSU NENJU - INVOCAÇÃO DAS REFEIÇÕES

Nehan Sesshin 2014 - Vila Zen/RS - foto: Rica Retamal




(Antes de Abrir os Oryoki)

Todos:
Buda Nasceu em Kabira
Tornou-se o Caminho em Makada
Pregou em Harana
Morreu em Kuchira
Oryoki do Tatagata
Eu agora abro nesta sala seus benefícios
Oferecendo preces a todos os seres para a
Igualdades nas três Rodas e tranqüilo vazio

Ino:
Reverenciando os três tesouros
Honrando o selo da sabedoria
Entoemos todos juntos ao venerável

Todos:
Ilimitado Dharmakaya Vairoshana Buda
Completo Sambogakaya Lochana Buda
Manifesto Nirmanakaya Xakyamuni Buda
Futuro Maitreia Buda
Todos os Budas através do espaço e do tempo
Sutra Mahayana da Flor de Lótus
Bodisatva da Grande Sabedoria Manjusri
Bodisatva da grande Prática Fuguen
Bodisatva da Grande Compaixão Kanzeon
Todos os Bodisatvas Mahasatvas
Maha Prajna Paramita

(de manhã)
Ino:
Que este alimento de dez méritos
Nos dê saúde física e mental
Para prosseguirmos na prática pura

(no almoço)
Ino:
Que as três virtudes e seis sabores
Sejam ofertadas a todos no mundo do Darma
E igualmente a todas as formas de vida

(Em todas as refeições)
Todos:
Primeiro,
Inumeráveis trabalhadores nos trouxeram esta comida
Devemos saber como chega até nós

Segundo,
Devemos considerar se nossa virtude e
Prática a merecem

Terceiro,
Como desejamos a condição natural da mente
Para estar livre de apegos
Precisamos estar livres da ganância

Quarto,
Como um bom remédio
Para manter nossas vidas
Aceitamos esta comida

Quinto,
Para nos tornarmos O Caminho
Agora comemos esta comida

(No almoço – ao fazer a pequena oferta)
Todos:
Igualmente a todos os espíritos insaciáveis
Faço agora esta oferta
É alimento nas dez direções
Para satisfazer todos os espíritos famintos

(Em todas as refeições)
Todos:
A parte superior para os Três Tesouros
A parte do meio para os Quatro Veneráveis
A parte inferior para os Seis Mundos
Assim comemos com todos
Primeiro, para extinguir o mal
Segundo, para praticar o bem
Terceiro, para salvar todos os seres
E nos tornarmos o Caminho de Buda


(Após lavar os Oryokis)
Todos:
A água com que lavamos
Tem o sabor do néctar celestial
Oferecemos aos espíritos insaciáveis
Para que completamente sesaciem
ON MAKURASAI SOWAKA

(Para finalizar, com os Oriokis fechados)

Ino
O mundo é vazio como o céu
A Flor de Lótus não se suja com o lodo
Nossas mentes devem ser assim puras
Ao reverenciarmos O Mais Honrado

terça-feira, 26 de julho de 2016

Respiração - Shunryu Suzuki




"Aquilo que chamamos 'eu' não é mais do que uma porta de vaivém, que se move quando inalamos e quando exalamos."

Foto: Araquém Alcântara - Santa Catarina - Brasil


Quando praticamos zazen, nossa mente sempre segue a respiração. Quando inalamos, o ar entra em nosso mundo interior. Quando exalamos, o ar sai para o mundo exterior. O mundo interior não tem limites e o mundo exterior também é ilimitado. Nós dizemos "mundo interior" e "mundo exterior", mas, na verdade, só há um único mundo. Nesse mundo sem limites, a garganta é uma espécie de porta de vaivém. O ar entra e sai como alguém passando por uma porta de vaivém. Se você pensa "eu respiro", o "eu" está a mais. Não há um você para dizer "eu". O que chamamos "eu" é apenas uma porta de vaivém que se move quando inalamos e exalamos. Ela simplesmente se move, eis tudo. Quando sua mente está pura e calma o suficiente para seguir esse movimento, não há nada: nem "eu", nem mundo, nem mente, nem corpo. Só uma porta que vai e vem.





sexta-feira, 22 de julho de 2016

Jizo Bosatsu


foto: Araquém Alcântara


Seu nome é Jizo Bosatsu.
Sua função: salvar a terra e levar todos os seres do mar do sofrimento para a praia segura e tranquila do Nirvana. Pode surgir nas mais diversas formas e aparências. Pode penetrar o inferno mais profundo e todos os locais de grande sofrimentos. Pode estar no céu mais elevado e em todos os lugares onde há alegria.

Não é uma pessoa, um santo. Não foi uma virgem, uma freira, uma santa. Bosatsu pode ser qualquer um de nós, quando somos capazes de nos igualar aos nossos irmãos, companheiros de jornada, filhos todos da terra amada. Quando somos capazes de sofrer e de chorar, de rir e de amar, sem exclusão. Quando somos capazes de criar condições para que todos possam ter dignidade.

(Palavras do Darma - Monja Coen)

terça-feira, 19 de julho de 2016

SUTRA DA FLOR DE LÓTUS DA LEI MARAVILHOSA (CAP XXV) POEMA DO PORTAL UNIVERSAL DE KANZEON BODISATVA


Foto: Araquém Alcântara - Cubatão/SP

 Honrado do Mundo, possuidor de todos os sinais sutis,
Novamente permita-me perguntar sobre os
relacionamentos desta Criança-Buda
Por que razão é chamada de Kannon?
e Buda respondeu:

Ouçam ! Kanzeon pratica o bem
em todos os locais e direções.
Fez um voto vasto e profundo como os oceanos,
inconcebível na sua eternidade.
Foi ao servir infinitos Budas que despertou
para este juramento de grande pureza.
Deixe-me brevemente explicá-lo:

Quem ouve seu nome, vê sua presença
e sempre o mantém no coração e na mente,
poderá terminar com as tristezas da vida.
Se alguma força do mal o jogar numa fogueira,
pensar no poder de Kannon,
transformará a fogueira em água.

Se no grande oceano, entre perigos de peixes,
dragões e demônios,
pensar no poder de Kannon,
as ondas não o poderão submergir.

Se do topo do Monte Sumeru,
pessoas quiserem empurrá-lo,
pensar no poder de Kannon,
o fará pousar estaticamente, assim como o sol.

Se perseguido por seres ferozes
e jogado do Monte do Diamante,
pensar no poder de Kannon,
fará com que nenhum fio de cabelo seja tocado.
Se encontrar loucos com espadas querendo feri-lo,
pensar no poder de Kannon,
todos os seres insanos se dirigirão à bondade.

Se encontrar sofrimento imposto pelas leis,
a vida para ser executada,
pensar no poder de Kannon,
faz com que a arma de execução
se parta em pedaços.

Se aprisionado, encurralado, acorrentado,
pernas e braços algemados,
pensar no poder de Kannon,
o libertará completamente.

Se for encantado ou envenenado,
alguém quiser ferir seu corpo,
pensar no poder de Kannon,
tudo reverterá à pessoa de origem.

Se ameaçado por hakshanas malvados,
dragões venenosos e demônios,
pensar no poder de Kannon,
fará com que ninguém possa feri-lo.

Se perseguido por bestas ferozes,
presas aguçadas e garras apavorantes,
pensar no poder de Kannon,
instantaneamente ao som de sua voz, eles fogem.

Trovões e raios, tempestades e furacões,
pensar no poder de Kannon,
todos se dispersam.

Se vivos, porém esmagados e perturbados,
oprimidos por dores infinitas,
Kannon, com o poder de sua sabedoria maravilhosa,
poderá salvar este mundo do sofrimento!


Perfeito em poderes sobrenaturais.
Praticando amplamente com sabedoria e tato.
Nas terras do universo não há um lugar
onde não se manifeste.

Todos os estados negativos da existência,
inferno, fantasmas, animais,
sofrimentos de nascimento, velhice, doença e morte,
Todos gradativamente serão terminados!

Verdadeiro observar, observar sereno,
observar de sabedoria de longo alcance,
observar de misericórdia,observar de compaixão.
Tanto esperado, tanto esperado!

Pura e serena em radiância.
A sabedoria do sol destruindo as escuridões,
controlador de tempestades e incêndios,
que ilumina todo o mundo,
lei de piedade, tremor do trovão!

Compaixão maravilhosa, como uma grande nuvem,
caindo simultaneamente chuva espiritual como néctar,
apagando as chamas da tristeza!

Em disputas frente a um magistrado,
ou com medo no campo de batalha,
se pensar no poder de Kannon,
todos os seus inimigos se renderão!

Sua é a voz maravilhosa,
voz de observador dos sons do mundo,
voz de Brahman, voz de maré crescente,
voz de todo o mundo!
Sempre para ser relembrada,
sem nenhum pensamento de dúvida.
Observador dos lamentos do mundo,
puro e santo, em dor, tristeza, morte e calamidade,
capaz de ser alívio e salvação íntegros.

Perfeito em todos os méritos,
com olhos de compaixão, observando a todos.
infinito oceano de bênçãos!
Quiçá poder reverenciá-lo.
Então o Bodhisatva Protetor da Terra
levantou-se e indo em frente a Buda, disse:

 "Honrado do Mundo!
Saiba que não são poucos os méritos daqueles
que ouvirem sobre as atividade superiores
e os poderes transcendentais, em todas as direções,
do Bodhisatva Kannon aqui entoados."

 Ao escutar a explicação de Buda,
os oitenta e quatro mil presentes na Assembléia
elevaram seus corações à Iluminação incomparável
obtendo a mente ANOKUTARA SAN MYAKU SAN BODAI

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Nada é por acaso

Foto: João Antônio

Mesmo que, por vezes, você sinta ter feito a pior coisa que se possa imaginar, ou que o mundo inteiro está contra você ou o rejeita. Mesmo que sinta que ninguém entende você, o ama ou aceita, não confie inteiramente em sua mente. Não pense que ela está do seu lado.


Saiba isto:

Você nunca tem que pedir desculpas pela sua existência. 


Você não está aqui por acaso, mas pela vontade e amor do Senhor Supremo do Universo.

Você não está apenas "vivendo" a vida; você é a própria Vida e também a testemunha da vida.

Todos os desafios na vida surgem para motivar, amadurecer e direcionar a sua mente para a verdadeira sabedoria. Assim, ao abrir o seu coração para a Verdade, eles estimulam e inspiram você a ir além do ego inibido e pessoal e de suas projeções, equívocos e falsas crenças.
Em última análise, os desafios levam você, através da Graça, a descobrir a sua verdadeira natureza e Ser como Consciência eterna.

(Mooji)