terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Liberdade

Quando você é livre, todos os que entram em contato com você, serão abençoados. Alguns podem fugir, mas ainda assim eles fogem abençoados. (Mooji)

foto: Lou Gaioto



domingo, 25 de janeiro de 2015

Experiência


foto: João Antônio

"Faça de seu corpo e de seu espírito uma laboratório de experiências. Empenhe-se em uma pesquisa profunda a respeito de seu próprio funcionamento espiritual e examine as possibilidades de fazer mudanças positivas 
no seu interior" 

Dalai Lama

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Fechar a porta


foto: Lou Gaioto

"A prática zen é fechar a porta para uma maneira dualista de ver a vida, o que exige comprometimento. Se ao acordar de manhã, você não quiser ir até o zendo, feche a porta para isso. Ponha o pé fora da cama e vá. Se sentir preguiça durante o trabalho, feche a porta para ela e faça o máximo. Nas relações feche a porta para as críticas e a falta de delicadeza. No zazen, feche a porta ao dualismo e se abra para a vida tal como ela é. Muito devagar, ao aprendermos a vivenciar nosso sofrimento em vez de fugir dele, a vida se nos revela com alegria."

(Charlotte Joko Beck)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Pensamento

Ubatuba/SP - foto: Paulo Cavalcanti


Há duas espécies de pensamento. Não há nada de errado em pensar no sentido que denomino "pensamento técnico." Precisamos pensar a fim de andar daqui até o canto, para assar um bolo ou resolver um problema de Física. Esse uso da mente é correto. Não é nem real, tampouco irreal; é só o que é. Porém, opiniões, julgamentos, lembranças, devaneios a respeito do futuro, 90% dos pensamentos que giram em nossa mente não têm qualquer realidade essencial. Do nascimento até a morte, a menos que despertemos, desperdiçamos quase toda a nossa vida em função deles. A parte horrível do sentar (e, acreditem, é horrível) está em começarmos a ver o que de fato se passa em nossa mente. É chocante para todo mundo. Vemos que somos violentos, preconceituosos e egoístas. Somos tudo isso porque uma vida condicionada, com base em falsos pensamentos levou-nos a esse estado. Os seres humanos são essencialmente bons, gentis e compadecidos, mas é preciso um grande esforço de escavação para extrair essa joia das entranhas de nosso ser.

(Charlotte Joko Beck)