segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Alcançando a Felicidade

















Quando estamos com dor de dentes, sabemos que não ter dor de dentes é felicidade. Mais tarde, quando a dor cessa, não damos mais valor à ausência de dor de dentes. A prática da atenção plena nos ajuda a dar valor ao bem que á está manifestado. Com a atenção plena, seremos gratos por nossa felicidade, e talvez sejamos capazes de fazê-la durar mais. Eu costumo perguntar aos psicoterapeutas: "Por que você só falam com os clientes sobre seus sofrimentos? Por que não os ajudam a entrar em contato com as sementes da felicidade que eles já possuem?" Os psicoterapeutas devem ajudar seus pacientes a entrar em contato com a Terceira Nobre Verdade, a cessação do sofrimento. Eu os encorajo a praticar com seus pacientes a meditação andando e a meditação ao tomar chá, para poder irrigar as sementes da alegria presentes nas pessoas.

Faça a si mesmo a seguinte pergunta: "O que alimenta a alegria em mim? O que nutre a alegria nos outros? Será que estou alimentando suficientemente a alegria em mim mesmo e nos outros?" Estas são perguntas referentes à Terceira Nobre Verdade. A cessação do sofrimento - o bem estar - estará disponível se soubermos usufruir das preciosas jóias que já possuímos. Você tem olhos que enxergam, pulmões que respiram, pernas que andam e lábios que são capazes de sorrir. Quando está sofrendo, considere sua situação, e encontre as condições de felicidade que estão presentes, inteiramente disponíveis.

(A essência dos ensinamentos de Buda - Thich Nhat Hanh) foto: mar do mediterrâneo por Mestre Dokushô Villalba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz

Muitos problemas que estamos  enfrentando é da nossa própria criação. E aqui há uma grande contradição, porque ninguém quer um problema, ma...