segunda-feira, 2 de maio de 2016

Pessoas comuns






"...o denominado mau é apenas um outro lado da diversidade, sobre o qual o bom pode se construir. Sem o mau não existe o bom. Uma pessoa totalmente boa é terrível. Ou alguém que se considera perfeito é terrível. É também perigoso. Aqueles que se consideram melhores que os outros são perigosos. Nos sentimos em paz e afins ao lado de pessoas que se consideram comuns."

(Bert Hellinger no livro A fonte não precisa perguntar pelo caminho) 
via facebook de Cláudia Pizzatto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resistência e vitimização

  Os médicos estimam que setenta a oitenta por cento de suas atividades não estão relacionadas à saúde. As pessoas não estão doentes, estão...