terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

O agradável





Foto: Luis Jungmann Girafa


1. Aquele que se entrega às distrações da mente e não se dedica à prática da mente atenta, renuncia ao caminho do seu próprio bem-estar. Agarrando-se aos prazeres mundanos, esquecendo-se do seu verdadeiro propósito, ele inveja o homem que se dedica à meditação.

2. Evite o apego tanto ao agradável quanto ao desagradável. Tanto o apego quanto a aversão conduzem ao sofrimento.

3. Não se prenda à coisa alguma. A perda do que nos é caro traz sofrimento, mas não há prisão àqueles aos quais nada é caro ou detestado..

4. Do apego emana o sofrimento. Do apego aflora o medo. Para aquele que se faz inteiramente livre, não há sofrimento nem medo.

(O Dhammapada - O Nobre Caminho do Darma do Buda)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resistência e vitimização

  Os médicos estimam que setenta a oitenta por cento de suas atividades não estão relacionadas à saúde. As pessoas não estão doentes, estão...