quinta-feira, 23 de julho de 2015

Não há outra autoridade fora de minha experiência pessoal



Talvez vocês comentem: “Bem , mas eu preciso de um instrutor que possa me libertar de meu sofrimento. Estou sofrendo e não entendo isso. Preciso de alguém que me diga o que fazer, não é mesmo?”. Não! Quem sabe, você precise de um guia, que lhe explique como vivenciar sua vida; o que falta é um guia que lhe deixe claro que autoridade de sua vida, seu verdadeiro instrutor, é você mesmo; e praticamos para compreender internamente este “você”.

Só existe um professor. E que é ele? A própria vida. Cada um de nós é, claro, uma manifestação da vida. Não poderíamos ser outra coisa. No entanto, acontece que a vida é um professor da mesma maneira rígido e infinitamente gentil. É a única autoridade em quem é preciso confiar. Esse professor, essa autoridade, está em todo lugar. Não é preciso ir a locais especiais para encontrar esse incomparável mestre; não é necessária uma situação em especial ideal ou tranquila; aliás quanto maior a confusão melhor. O escritório costuma ser um excelente lugar. O lar comum é perfeito. Esses ambientes estão muito bagunçados quase o tempo todo. Sabemos por experiência própria! Aí é onde está a autoridade, o professor.

(Charlotte Joko Beck - Sempre Zen)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nobre

flores do cerrado - google Aquele que é inofensivo, que não fere nem causa ou incentiva a morte de qualquer ser, fraco ou forte, ...