segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Você tem certeza de que está com a razão?

foto: Lou Gaioto

Certo homem precisou se afastar de casa por um longo tempo. Antes de partir, sua mulher ficou grávida, mas ele não sabia disso. Quando voltou, a mulher dera à luz um filho. Ele desconfiava de que o menino não era seu, acreditando que ele fosse filho de um vizinho que costumava prestar serviços para a família. Ele olhava para o garoto com desconfiança e via o rosto do vizinho no rosto da criança. No entanto, um dia, seu irmão foi visitá-lo e lhe disse: “Seu filho se parece demais com você. É uma perfeita duplicata sua.” A visita do irmão foi um acontecimento feliz, porque ajudou o pai do menino a se livrar da percepção errada. No entanto, essa noção errônea dominara a vida do homem durante doze anos, fazendo com que ele sofresse profundamente, fazendo a mulher sofrer muito e maltratando o menino, que também sofreu por causa do ódio do pai.

Temos que tomar muito cuidado com o que percebemos, caso contrário certamente vamos sofrer. É bastante útil escrever a frase “Você tem certeza?” num pedaço de papel e pendurá-la na parede do seu quarto. Nas clínicas e nos hospitais, as pessoas estão começando a pendurar este aviso: “Mesmo que você tenha certeza, verifique de novo.” Trata-se de uma advertência de que, quando a doença não é detectada cedo, é muito difícil curá-la. Nós também podemos usar este aviso: “Mesmo que você tenha certeza, verifique de novo.” Somos capazes de causar sofrimento a nós mesmos, de criar um inferno para nós e para aqueles que amamos por causa das nossas percepções. Você tem certeza do que está percebendo?

Quando você ficar com raiva e sofrer, por favor, volte e examine profundamente o conteúdo e a natureza das suas percepções. Se for capaz de remover a percepção errada, a paz e a felicidade serão restabelecidas e você será capaz de voltar a amar a outra pessoa.

(Thich Nhat Hanh - Aprendendo a lidar com a raiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sesshin em Brasília

Arte: Hugo Pullen