sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Regras da Ordem Zen Fazedor de Paz

Foto: Lou Gaioto


Eu me comprometo aos Três Tesouros:



Unidade, a natureza desperta de todos os seres
Diversidade, o oceano de sabedoria e compaixão
Harmonia, a interdependência de tudo que existe.


Eu me comprometo às Três Máximas:



Não saber, abandonando idéias fixas sobre eu mesma e o universo.
Testemunhar à alegria e sofrimento do mundo.
Agir amorosamente.


Eu me comprometo aos seguintes Dez Preceitos:


Reconhecer que não estou separada de tudo que existe. Este é o Preceito de Não Matar.
Ficar satisfeita com o que tenho. Este é o Preceito de Não Roubar.
Encontrar todas as criações com respeito e dignidade. Este é o Preceito de Conduta Casta.
Ouvir e falar do coração. Este é o Preceito de Não Mentir.
Cultivar a mente que vê com clareza. Este é o Preceito de Não Ser Deludida.
Incondicionalmente aceitar o que cada momento tem a oferecer.
Este é o Preceito de Não Falar sobre Erros e Faltas alheios.
Falar o que percebo ser a verdade sem culpa ou culpar. Este é o Preceito de Não se Elevar e Rebaixar os outros. (Não se rebaixar e elevar os outros e não se igualar).
Usar todos os ingredientes de minha vida. Este é o Preceito de Não ser Avarenta.
Transformar sofrimento em sabedoria. Este é o Preceito de Não ser Controlada pela Raiva.
Honrar minha vida como um instrumento de fazer a paz. Este é o Preceito de Não Pensar Mal dos Três Tesouros.

Também faço os seguintes Quatro Comprometimentos:


Eu me comprometo a:

Uma cultura de não violência e reverência à vida.
Uma cultura de solidariedade e ordem econômica justa.
Uma cultura de tolerância e a vida baseada na verdade.
Uma cultura de direitos iguais e companheirismo entre homens e mulheres.


(Zen Peacemaker)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sesshin em Brasília

Arte: Hugo Pullen