quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O MUNDO


Foto: Lou Gaioto

1. Não sirva à maldade. Não viva impuramente. Não sustente falsas visões. Não contribua com o sofrimento do mundo. 

2. Eleve-se, mantenha a mente atenta. Aja virtuosamente. O virtuoso vive feliz na presente vida, e também na seguinte.

3. Seja virtuoso. Recuse o descaminho. O virtuoso vive feliz na presente vida, e também na seguinte.

4. Perceba o mundo como uma bolha ou como uma miragem. A morte perde seu poder diante daquele que vê o mundo com tal compreensão.

5. Venha, olhe para este mundo como se ele fosse uma carruagem real, pintada e ornamentada. Nela os tolos embarcam, enquanto os sábios a deixam passar ao largo.

6. Aquele que abandona a distração para concentrar-se na mente atenta, é como a lua que se libertou da nuvem. Ele passa a iluminar o mundo.

7. Todo aquele que suplanta as suas más ações com boas ações, ilumina o mundo como a lua liberta de uma nuvem fortuita.

8. O mundo acha-se envolto na escuridão. Poucos são os que têm olhos de ver. Como pássaros libertos do cativeiro, raros são os que voam em direção à luz do céu.

9. Os cisnes tomam o caminho do sol por causa dos seus poderes extraordinários. Os sábios fazem o mesmo. Tendo vencido o eu, eles atingem o nirvana.

10. Não há maldade que não seja feita por quem se afasta dos preceitos, fala com falsidade e despreza a existência de uma outra vida.

11. Os avarentos desconhecem a paz dos deuses. Os tolos não prezam a generosidade. Mas os sábios se regozijam na caridade e por intermédio dela serão felizes após o passamento. 

12. Melhor do que governar sozinho o mundo inteiro, melhor do que ir para o céu, melhor do que reinar sobre todos os mundo, é a realização  daquele que "entra na corrente" (*) do verdadeiro caminho.


(O Dhammapada - O Nobre Caminho do Darma de Buda) Ed. Bodigaya

(*) Aqui o termo empregado é Sotapatti, significando o primeiro estágio daquele que entrou no caminho que conduz ao nirvana. "Entrar na Corrente", ou seja, conseguir achar o caminho da luz em meio à escuridão, naturalmente, possui um elevado valor intrínseco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Combatendo a resistência

Um profissional Certa vez, alguém perguntou a Somerset Maugham se ele  escrevia segundo um horário ou somente quando lhe vinha a  ins...