segunda-feira, 8 de junho de 2015

Impermanência

"O mundo é fluído, a realidade não é permanente, ela não é fixa. Então, quando eu percebo esta impermanência, e também a inter-relação de tudo, eu me liberto. E o ruído da cidade, por exemplo, que seria um incômodo, se torna um instrumento de meditação e de reflexão." 
(Monja Coen Roshi)


Foto: Ricardo Takamura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Resistência e vitimização

  Os médicos estimam que setenta a oitenta por cento de suas atividades não estão relacionadas à saúde. As pessoas não estão doentes, estão...